Professores e alunos orientaram a população sobre a forma correta de usar filtro solar

12-12-2019
Margareth Cunha

Evento

Alunos e professores do curso de Farmácia do Centro Universitário Brazcubas participaram no dia 08 de dezembro (domingo) da quarta edição do Dezembro Laranja, evento promovido pelo Centro Oncológico Mogi das Cruzes para conscientizar a população sobre a importância da prevenção contra o câncer de pele. A atividade foi realizada no Parque Centenário de Mogi das Cruzes, das 9 às 15 horas, e contou com orientação e distribuição de protetor solar.

Câncer de pele

O tipo de tumor mais comum entre os brasileiros, o câncer de pele não-melanoma deve ser diagnosticado em 80.850 homens e 94.910 mulheres até o final de 2018, de acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Para reduzir as chances do desenvolvimento da doença em 50%, a recomendação é o uso diário de protetores solares.

Orientações

Por isso, uma das atividades que realizada no evento foi a orientação sobre a forma correta de passar o protetor solar e qual o produto ideal para cada tipo de pele. “Os alunos e professores explicaram sobre a forma correta de utilizar o protetor solar e também a importância de utilizar barreiras físicas para diminuir a exposição ao sol, como bonés, chapéus e camisetas”, explicou a coordenadora do curso de Farmácia da Brazcubas, professora Margareth Cunha.

 

A professora destaca os riscos da exposição ao sol por tempo prolongado sem que haja nenhuma proteção, uma vez que as radiações tantos dos raios UVA, quanto dos raios UVB são prejudiciais à saúde. “Os raios UVB causam vermelhidão, queimadura e envelhecimento precoce da pele. Já os raios UVA penetram mais profundamente, resultando em efeitos maléficos sobre a pele”, detalha.

 

Para proteger a pele, a orientação é utilizar filtro solar com, no mínimo, 30 como fator de proteção solar (FPS) e ainda proteção UVA e UVB. Devem ser aplicados de 20 a 30 minutos antes da exposição ao sol e reaplicados a cada duas horas ou após mergulho. “O filtro solar não impede que a pessoa tenha insolação. Por isso, deve-se redobrar o cuidado na exposição ao sol entre 10 e 16 horas e use filtro solar mesmo em dias nublados”, orienta a professora.

Margareth Cunha

Margareth Cunha

Mestre em Engenharia Biomédica pela Universidade de Mogi das Cruzes e Especializada em Docência no Ensino Superior pela Universidade Brazcubas. Atualmente atua como Coordenadora do Curso de Farmácia da Brazcubas.

Veja mais postagens deste autor

Leia também